Fundado em 1861, o Banco Caixa visava ser não apenas um banco, mas sim uma instituição a qual as pessoas poderiam contar em questão de cidadania e desenvolvimento sustentável e financeiro.

História do Banco Caixa

A Caixa Econômica da corte, assim como era chamada, foi criada em janeiro de 1861 pelo imperador Dom Pedro II com o intuito de incentivar a poupança. Com isso, grande parte de seus clientes acabavam sendo as camadas mais populares, inclusive escravos.

Somente em 1931 o banco passou a conceder empréstimos em consignação para pessoas físicas, e em 1934, sob ordem de Getúlio Vargas, o empréstimo sob penhor. 

Mais tarde, já em 1986, a Caixa foi julgada a melhor agente nacional de financiamento da casa própria e desenvolvimento urbano. No mesmo ano, passou a administrar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Decidido a realmente mudar a vida dos brasileiros, o Banco Caixa criou programas sociais que buscavam facilitar as necessidades do povo. Os programas oferecidos são: FGTS, Programa de Integração Social (PIS), Seguro-Desemprego, poupança, empréstimos, financiamentos e créditos educativos.

A Caixa Econômica Federal possui mais de 87 milhões de clientes e cerca de 60 mil postos de atendimento espalhados pelo país.

Serviços oferecidos pelo Banco Caixa

Desde seu início, o Banco Caixa priorizou atender a classe baixa e, com isso, diversos serviços foram ofertados desde então. Confira alguns:

  • Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)
  • Programa de Integração Social (PIS)
  • Seguro-Desemprego
  • Bolsa Família
  • Poupança
  • Empréstimos
  • Financiamento habitacional
  • Crédito educativo
  • Transferência de benefícios sociais

Banco Caixa e programas sociais

Como já dito anteriormente, o Banco Caixa sempre buscou atender a todos os brasileiros de forma especial e prestativa. Já foram mencionados programas como FGTS, PIS E Bolsa Família.

Saindo da parte social e entrando na linha sustentável, a Caixa também oferece soluções inovadoras, como:

  1. Energias renováveis: projetos que têm como objetivo otimizar a eficiência energética e promover o uso de energias alternativas renováveis.
  2. Ecoeficiência empresarial: iniciativa que financia equipamentos para redução de resíduos e emissões.
  3. Fundo de Investimento Socioambientais: ações que captam dinheiro para apoiar projetos socioambientais.
  4. Saneamento Ambiental: investimento em projetos que incentivam a qualidade ambiental nos municípios do Brasil.
  5. Infraestrutura de transporte e mobilidade urbana: medidas que priorizam o fácil acesso ao espaço urbano e ao uso de transportes não-motorizados.
  6. Habitação de Interesse Social: a Caixa coloca em prática programas para o acesso à moradia e construção sustentável.